A Casa Do Rio Vermelho #2020

A Casa Do Rio Vermelho By Zélia Gattai A Casa Do Rio Vermelho O improviso a sinceridade e o desprezo pelo tempo cronol gico s o elementos cruciais da escrita de Z lia Gattai N o f cil impor uma ordem ao mundo Tudo o que resta ao escritor sobrevoar as palavras
  • Title: A Casa Do Rio Vermelho
  • Author: Zélia Gattai
  • ISBN: 9788501055392
  • Page: 189
  • Format: Paperback
  • A Casa Do Rio Vermelho By Zélia Gattai
    A Casa Do Rio Vermelho By Zélia Gattai O improviso, a sinceridade e o desprezo pelo tempo cronol gico s o elementos cruciais da escrita de Z lia Gattai N o f cil impor uma ordem ao mundo Tudo o que resta ao escritor sobrevoar as palavras, conservar se aberto e dispon vel para as surpresas da vida e da linguagem Se escrever lembrar, escrever tamb m aceitar a embriaguez das pequenas recorda es Nada mO improviso, a sinceridade e o desprezo pelo tempo cronol gico s o elementos cruciais da escrita de Z lia Gattai N o f cil impor uma ordem ao mundo Tudo o que resta ao escritor sobrevoar as palavras, conservar se aberto e dispon vel para as surpresas da vida e da linguagem Se escrever lembrar, escrever tamb m aceitar a embriaguez das pequenas recorda es Nada melhor, nesse caso, do que narrar a hist ria de uma casa No bairro do Rio Vermelho, nos anos 1960, Z lia Gattai e Jorge Amado compraram uma bela casa, situada no topo de uma ladeira, que entraria para a hist ria da literatura Casa sempre pronta a acolher os amigos, a abrigar festas e a estimular o jogo das ideias J na porta de entrada, talhada pelo artista baiano Calasans Neto, a figura sensual de Tereza Batista anuncia o acesso a um territ rio regido pela alegria e pela inven o, que n o se deixa abalar nem por um infarto de Jorge nem por uma dif cil visita de despedida de Pablo Neruda Casa que aberta, com delicadeza e timidez, tamb m para o leitor Para quem n o conhece os detalhes, pe o licen a para contar novamente , Z lia escreve, com a gentileza de uma am vel anfitri Em A casa do Rio Vermelho, Z lia continua a narrar a saga de sua vida que se mistura n o s com a do marido Jorge Amado, mas com a aventura de toda uma gera o de artistas Sua grande proeza fazer da literatura n o s registro de emo es e de acontecimentos, mas uma maneira de se apropriar do mundo.
    • UNLIMITED BOOK ↠ A Casa Do Rio Vermelho - by Zélia Gattai
      189 Zélia Gattai
    • thumbnail Title: UNLIMITED BOOK ↠ A Casa Do Rio Vermelho - by Zélia Gattai
      Posted by:Zélia Gattai
      Published :2020-02-08T04:36:28+00:00

    About “Zélia Gattai

    • Zélia Gattai

      Z lia Gattai Amado S o Paulo, 2 de julho de 1916 Salvador, 17 de maio de 2008 foi uma escritora, fot grafa e memorialista como ela mesma preferia denominarse brasileira, tendo tamb m sido expoente da milit ncia pol tica nacional durante quase toda a sua longa vida, da qual partilhou cinquenta e seis anos casada com o tamb m escritor Jorge Amado, at a morte deste.Filha dos imigrantes italianos Angelina e Ernesto Gattai, a ca ula de cinco irm os Nasceu e morou durante toda a inf ncia na Alameda Santos, 8, Consola o, em S o Paulo.Z lia participava, com a fam lia, do movimento pol tico oper rio anarquista que tinha lugar entre os imigrantes italianos, espanh is, portugueses, no in cio do s culo XX Aos vinte anos, casou se com Aldo Veiga Deste casamento, que durou oito anos, teve um filho, Lu s Carlos, nascido na cidade de S o Paulo, em 1942 Leitora entusiasta de Jorge Amado, Z lia Gattai o conheceu em 1945, quando trabalharam juntos no movimento pela anistia dos presos pol ticos A uni o do casal deu se poucos meses depois A partir de ent o, Z lia Gattai trabalhou ao lado do marido, passando a limpo, m quina, seus originais e o auxiliando no processo de revis o.Em 1946, com a elei o de Jorge Amado para a C mara Federal, o casal mudou se para o Rio de Janeiro, onde nasceu o filho Jo o Jorge, em 1947 Um ano depois, com o Partido Comunista declarado ilegal, Jorge Amado perdeu o mandato, e a fam lia teve que se exilar.Viveram em Paris por tr s anos, per odo em que Z lia Gattai fez os cursos de civiliza o francesa, fon tica e l ngua francesa na Sorbonne De 1950 a 1952 a fam lia viveu na Checoslov quia, onde nasceu a filha Paloma Foi neste tempo de ex lio que Z lia Gattai come ou a fazer fotografias, tornando se respons vel pelo registro, em imagens, de cada um dos momentos importantes da vida do escritor baiano.Em 1963 mudou se com a fam lia para a casa do Rio Vermelho, em Salvador, na Bahia, onde tinha um laborat rio e se dedicava fotografia, tendo lan ado a fotobiografia de Jorge Amado intitulada Reportagem incompleta.Aos 63 anos de idade, come ou a escrever suas mem rias O livro de estreia, Anarquistas, gra as a Deus, ao completar vinte anos da primeira edi o, j contava mais de duzentos mil exemplares vendidos no Brasil Sua obra composta de nove livros de mem rias, tr s livros infantis, uma fotobiografia e um romance Alguns de seus livros foram traduzidos para o franc s, o italiano, o espanhol, o alem o e o russo.Anarquistas, gra as a Deus foi adaptado para miniss rie pela Rede Globo e Um chap u para viagem foi adaptado para o teatro Baiana por merecimento, Z lia Gattai recebeu em 1984 o t tulo de Cidad da Cidade do Salvador.Na Fran a, recebeu o t tulo de Cidad de Honra da comuna de Mirabeau 1985 e a Comenda des Arts et des Lettres, do governo franc s 1998 Recebeu ainda, no grau de comendadora, as ordens do M rito da Bahia 1994 e do Infante Dom Henrique Portugal, 1986.A prefeitura de Tapero , no estado da Bahia, homenageou Z lia Gattai dando o nome da escritora sua Funda o de Cultura e Turismo, em 2001.Em 2001 foi eleita para a Academia Brasileira de Letras, para a cadeira 23, anteriormente ocupada por Jorge Amado, que teve Machado de Assis como primeiro ocupante e Jos de Alencar como patrono No mesmo ano, foi eleita para a Academia de Letras da Bahia e para a Academia Ilheense de Letras Em 2002, tomou posse nas tr s m e de Lu s Carlos, Paloma e Jo o Jorge amiga de personalidades e gente simples No lan amento do livro Jorge Amado um baiano rom ntico e sensual, em 2002, em uma livraria de Salvador, estavam pessoas como Antonio Carlos Magalh es, Soss , Calasans Neto, Auta Rosa, Bruna Lima, Antonio Imbassahy e James Amado, entre outros.Ao lan ar seu primeiro livro, Anarquistas gra as a Deus, Z lia Gattai recebeu o Pr mio Paulista de Revela o Liter ria de 1979 No ano seguinte, recebeu o Pr mio da Associa o de Imprensa, o Pr mio McKeen e o Trof u Dante Aligh

    459 thoughts on “A Casa Do Rio Vermelho

    • Livro com passagens bem interessantes Muito bom l lo logo ap s ter visitado a casa da rua Alagoinhas, que hoje um museu udio visual muito legal l em Salvador.


    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *